Por paloma.savedra

Rio - O Departamento de Transportes Rodoviários (Detro) realizou, na tarde desta segunda-feira, operação de combate ao transporte pirata no entorno da Rodoviária Novo Rio, denunciado na edição também desta segunda, do DIA. Na ação, três veículos foram apreendidos.

“Só podemos fazer a apreensão em flagrante. O fato de haver pessoas oferecendo transporte na rodoviária não é contra a lei”, explicou o major Rivaldo Oliveira, que comandou a operação, explicando a dificuldade de combater a prática irregular.

Um dos veículos apreendidos já tinha sido multado semana passadaJoão Laet / Agência O Dia

A reportagem mostrou que, ao lado da Novo Rio, funciona um terminal clandestino em que é oferecido transporte para diversas partes do estado em carros particulares.

Na tarde desta segunda, uma das vans apreendidas já havia sido flagrada na semana passada. A multa anterior foi de R$ 2.711, 90 e, pela reincidência, o proprietário terá de pagar o dobro (R$ 5.423,80) para ter o carro liberado. O condutor não quis dar entrevista.

Resistência

Um dos motoristas que fazem o transporte irregular no entorno da Novo Rio disse na semana passada que tentava driblar sempre a fiscalização, já que não tem como ganhar dinheiro de outra forma.

“É a forma como eu coloco leite em casa. Vou contando com a sorte. Nunca fui pego. Só vou parar no dia que não conseguir colocar mais o carro na rua”, disse um dos piratas da Novo Rio.

No sábado, os agentes apreenderam outros 14 veículos, sendo seis vans, três Kombis, três veículos particulares e dois táxis. Ao longo da semana passada, segundo o Detro, 32 veículos foram apreendidos.

Você pode gostar