Prefeitura vai dobrar repasse de verbas para escolas de samba

Cada agremiação receberá R$ 2 milhões. Decisão compensa redução de receitas pelo fim do contrato com a Schin

Por O Dia

Rio - Secretário municipal de Coordenação de Governo, Pedro Paulo Carvalho dará nesta quarta-feira uma boa notícia para Jorge Castanheira, presidente da Liga das Escolas de Samba (Liesa): a prefeitura decidiu dobrar a subvenção das escolas de samba do Grupo Especial. Cada uma passará a receber R$ 2 milhões já para preparar o Carnaval de 2016.

A decisão é para compensar a diminuição de receitas como a gerada pelo fim do contrato com a Schin. Eduardo Paes tenta fazer com que a Ambev assuma esta cota de patrocínio.

Outros recursos

A Liesa tem outras fontes de receita: os direitos de transmissão pagos pela TV e quase toda a bilheteria do Sambódromo. As escolas da Série A também receberão mais dinheiro da prefeitura.

Na dúvida

Eduardo Paes e Pezão tiveram, segunda-feira, uma longa reunião com o senador Romário (PSB). O ex-craque pareceu disposto a apoiar a candidatura de Pedro Paulo à prefeitura, mas disse que é pressionado por seu partido para entrar no páreo.

O cara da Dilma

Líder do PMDB na Câmara dos Deputados, Leonardo Picciani virou interlocutor frequente de Dilma Rousseff, agora empenhada na articulação política.

Salve Jorge

Por falar nos Picciani: Jorge, presidente da Assembleia Legislativa, nega que tenha se reunido com Dilma. Mas a presidenta tem espalhado que adorou a conversa que teve com ele, e ainda elogia a objetividade do interlocutor. E olha que Picciani apoiou Aécio Neves.

A sugestão

A reunião de Dilma com Eduardo Cunha foi sugerida por Michel Temer. Antes, ela estava disposta a conversar apenas com Renan Calheiros.

Últimas de Rio De Janeiro