Inverno tardio esfria os planos de turistas que visitam a cidade

Programas ao ar livre têm que ser adiados

Por O Dia

Rio - Depois de temperaturas beirando os 35 graus nas últimas semanas, por conta do El Niño, o frio reapareceu no finzinho do inverno e cariocas e visitantes tiveram que tirar agasalhos e guarda-chuvas do armário.

A frente fria que chegou no feriadão, trazendo chuva fina e tempo nublado e derrubando em média 10 graus centígrados os termômetros, permanece pelo menos até o fim de semana. De acordo com a meteorologista Fabiana Weykamp, do Climatempo, uma segunda frente fria pode engrossar a chuva amanhã. A previsão frustrou os planos de turistas.

A supervisora Ingrid Greco, de 25 anos, veio de Campinas, São Paulo, para curtir as rodas de samba da Pedra do Sal e da Rua do Ouvidor.

A chuva fina pode engrossar até sexta%2C alerta meteorologistaSeverino Silva / Agência O Dia

“Todos os eventos ao ar livre que combinamos foram cancelados”, contou. Conterrânea de Ingrid, a estudante Bruna Pressatto, 20, afirma ter passado a maior parte do tempo no hostel em que se hospedaram. “Ficamos caçando coisas para fazer no albergue. O Rio fica muito deprê com esse céu cinza.”

Já para argentinos hospedados no albergue El Misti, em Copacabana, não há tempo ruim no país de Pelé. “É claro que prefiro sol, mas vou à praia com chuva mesmo, porque está quente. Na Argentina faz tanto frio que não me incomodo”, diz o arquiteto José Fernandez, 28.

Gonzalo Pereira, 28, se mostrou preocupado: “Queríamos ir ao Cristo e ao jogo do Flamengo, mas não sabemos como vai ficar com a chuva. O Rio foi feito para o verão”. Para a estudante francesa Severine Verome, 19, a cidade é linda até debaixo de chuva: “Estou encantada com a natureza. Até o tempo fechado tem sua beleza.”

Últimas de Rio De Janeiro