MP move ação por improbidade contra prefeito de São João de Meriti

Ação civil pública também pede a condenação de secretários da prefeitura e do presidente do Meriti-Previ

Por O Dia

Rio - Acusado de má gestão administrativa dos recursos humanos e financeiros do município de São João de Meriti, o prefeito Sandro Matos Pereira é alvo de uma ação civil pública por improbidade administrativa movida pelo Ministério Público do Rio (MP-RJ). A ação também pede a condenação dos ex-secretários Sérgio Lopes Jund Filho e Gilvandro Matos Pereira, além do atual secretário de Fazenda, Luciano José Lopes Rolim, e do presidente do Meriti-Previ, Jorge Paulo Magdaleno Filho.

Na ACP é pedido o ressarcimento aos cofres públicos dos danos causados pela má gestão. Entre os problemas relatados estão as ausências e atrasos nos pagamentos e parcelas dos servidores, ativos e inativos, efetivos e comissionados. Segundo o MP, a falta e atrasos dos vencimentos refletiam diretamente na prestação dos serviços públicos municipais.

Últimas de Rio De Janeiro