Homem é morto a tiros após sair de casa de shows da Baixada Fluminense

Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense investiga assassinato ocorrido na porta da Riosampa, em Nova Iguaçu

Por O Dia

Rio - Um homem foi morto a tiros em frente à Riosampa, em Nova Iguaçu, Baixada Fluminense, no início da manhã desta terça-feira. Através do WhatsApp do DIA (98762-8248), um frequentador do local, que preferiu se manter anônimo, disse que a vítima foi executada quando saía do evento "Segunda Sem Lei", realizado pela casa noturna e que recebeu, na noite desta segunda-feira, o grupo Grupo Swing e Simpatia, o MC Menor do Chapa, entre outros artistas.

SAIBA MAIS: Polícia investiga caso de mulher encontrada morta em Santa Cruz

A Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) instaurou um inquérito para identificar a autoria do crime. A identificação da vítima, que foi encontrada no interior de um veículo, ainda não foi divulgada. Segundo a Polícia Civil, uma perícia foi realizada no carro e o corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Nova Iguaçu, onde será identificado.

Agentes da especializada estão ouvindo pessoas que se apresentaram como parentes da vítima e testemunhas que possam ajudar nas investigações. Imagens de câmeras de segurança instaladas na região foram recolhidas para análise.

Segundo denúncia, constantemente ocorrem brigas, que terminam em mortes, na saída da Riosampa. A reportagem entrou em contato com a casa de shows, que fica à margem da Rodovia Presidente Dutra, no bairro Prata, mas ainda não obteve resposta. O policiamento na região, em especial nas imediações da Riosampa, também foi questionado à Polícia Militar. A corporação disse, por meio de nota, que policiais do 20º BPM (Mesquita) para enviados para o local depois que o crime ocorreu. "Ao chegarem no local, os PMs constataram um homicídio. O policiamento foi reforçado no local", disse a PM.

Últimas de Rio De Janeiro