Justiça condena casal que torturou criança na Zona Oeste do Rio

Caso foi denunciado pelo Meia Hora em 2010

Por O Dia

Rio - A Justiça do Rio condenou, nesta terça-feira, um homem pelos crimes de agressão e tortura cometidos em 2010 contra a sua sobrinha, que na época tinha apenas 5 anos. Segundo decisão do juiz Marco José Mattos Couto, da 2ª Vara Criminal de Jacarepaguá, Shirlei Ferreira do Nascimento, 42 anos, cumprirá pena de 28 anos e 7 meses em regime fechado.

A companheira dele, Francimaire Firmino da Costa, tia e então guardiã da criança, que foi acusada pelo Ministério Público por ter conhecimento das agressões e se omitir no caso, acabou sendo condenada a mais de nove anos de reclusão em regime semiaberto. O casal não poderá recorrer da sentença em liberdade.

Menina G. foi torturada e agredida pelo tio%2C em 2010Arquivo O Dia

MEIA HORA: Marmanjo acusado de arrancar dentes de criança com alicate

De acordo com o Meia Hora, que denunciou o crime na época, Shirlei usou mãos e um alicate para arrancar três dentes da menina G., hoje com 10 anos. Ele ainda queimou a mão da criança na boca de um fogão e usou uma faca incandescente para ferir o pescoço e a genitália da garota. G. confessou, em depoimento, que eram frequentes os maus tratos ocorridos na casa do casal, na comunidade da Fazendinha, em Jacarepaguá, Zona Oeste da cidade.


Últimas de Rio De Janeiro