Corpos encontrados no Morro do Jordão podem ser de mototaxistas

Rodrigo de Souza e Thiago Oliveira estão desaparecidos desde que foram chamados para conversar com traficantes

Por O Dia

Rio - Policiais do 18ºBPM (Jacarepaguá) encontraram na manhã desta quinta-feira dois corpos no Morro do Jordão, em Jacarepaguá. O exame feito pelo Instituto Médico Legal (IML) dirá se os cadáveres são dos mototaxistas Rodrigo de Souza Santiago e Thiago Oliveira, que desapareceram há quase uma semana, quando foram chamados para uma conversa com traficantes da comunidade.

Os corpos foram encontrados por PMs e bombeiros no alto da mata e o local foi isolado para a realização da perícia.

Os corpos foram localizados dentro de um buraco na parte alta do Morro do Jordão%2C em JacarepaguáReprodução / TV Globo

No final de semana passado, moradores chegaram a fechar a Estrada do Cafundá com barricadas de fogo em protesto pelo sumiço dos mototaxistas.

Há cerca de um mês, a milícia que atuava no Morro do Jordão, teria "vendido" a comunidade para traficantes por R$ 3 milhões.

A disputa pelo controle do Morro do Jordão se arrasta há quase um ano, obrigando os moradores a viver sob medo constante. Muitos chegaram a ser acusados por traficantes de colaborar com milicianos e foram expulsos de suas casas.

A milícia que atuava no Morro do Jordão teria desistido dos negócios na área depois que a Liga da Justiça, maior grupo paramilitar do Rio, negou um pedido de reforço com homens e armas. 

No final de agosto, os traficantes chegaram a proibir que os mototaxistas transitassem na parte alta da comunidade, atrapalhando a rotina dos moradores habituados a usar o transporte por motos para subir o morro. Os mototaxistas estavam autorizados pelos traficantes a circular apenas na parte baixa da comunidade.

Os traficantes do Morro do Jordão teriam se irritado e decidido punir os mototaxistas ao descobrir que eles pagavam uma propina semanal aos milicianos que exploravam os moradores do local. 

Últimas de Rio De Janeiro