Dilma veta doações privadas e permite 'janela' e novo prazo de filiações

Tiragem extra do Diário Oficial sairá com decisões da presidenta sobre a reforma aprovada no Congresso

Por O Dia

Rio - Uma edição extra do Diário Oficial que deverá ser publicada ainda hoje trará as decisões de Dilma Rousseff sobre a  reforma eleitoral aprovada pelo Congresso Nacional.

A presidenta vetou a possibilidade de doações de empresas a partidos políticos, mas decidiu manter a criação de uma "janela" de seis meses para que políticos troquem de partidos.

O prazo de filiação a partidos políticos  de interessados em disputar eleições passará de um ano para seis meses. A decisão foi comunicada há pouco em reunião  no Palácio do Planalto.

A briga agora volta para o Congresso. O presidente da Câmara, Eduardo Cunha, quer que o veto presidencial seja votado amanhã; o presidente do Senado, Renan Calheiros, é contra.

Últimas de Rio De Janeiro