Fragilidade de Cunha pode fazer com que o PT parta de vez para o ataque

Desgaste provocado por suas contas na Suíça deverá fazer com que seja abandonado em breve pela oposição

Por O Dia

Rio - Na avaliação de muita gente, Eduardo Cunha está acuado. O desgaste provocado por suas contas na Suíça deverá fazer com que seja abandonado em breve pela oposição mesmo se, como acertado, der, na terça, a largada no processo de impeachment de Dilma.

O gesto, porém, fará com que o PT, que tem evitado radicalizar o jogo contra o presidente da Câmara, aproveite sua fragilidade e parta de vez para o ataque. Caso não despache os pedidos de impedimento, Cunha dará o pretexto para que o PSDB, enfim, rompa com ele. 

Alckmin
Ministra da Agricultura, Kátia Abreu conversou com 12 deputados do PSDB-SP. Segundo eles, o governador Geraldo Alckmin não quer saber do impeachment de Dilma.

Madame
Como disse PC Farias, o tesoureiro do então presidente Fernando Collor de Melo, sobre Rosane, a primeira-dama: “A madame está gastando demais.”

Propina severina
Há dez anos, o deputado Severino Cavalcanti renunciou à Presidência da Câmara e ao mandato por ter sido acusado de receber propina de um restaurante que ficava no Congresso.

Nem chocolate
Presidente do PT-RJ, Washington Quaquá ironiza as contas bancárias de Eduardo Cunha na Suíça: “A Dilma, coitada, apanharia até se comesse chocolate suíço”, diz.

Últimas de Rio De Janeiro