Luiz Carlos Miele morre no Rio de Janeiro

Ator, produtor e diretor foi encontrado morto aos 77 anos, na manhã desta quarta-feira, em sua casa na Gávea

Por O Dia

Rio - O produtor musical, ator e diretor Luiz Carlos Miele, de 77 anos, morreu na manhã desta quarta-feira. Vítima de um mal súbito e ele foi encontrado pela esposa em seu apartamento na Gávea, no Rio de Janeiro. Miele foi o responsável por produzir shows de grandes nomes da Música Popular Brasileira, como Elis Regina, Wilson Simonal, Roberto Carlos, entre outros.

Luiz Carlos Miele foi encontrado morto na manhã desta quarta-feira%2C em sua casa na GáveaReprodução Facebook

A empresária Vânia Barbosa, que trabalhava com Miele, afirmou que ele saiu para jantar com um amigo na noite de terça-feira e não aparentava nenhum sinal de mal-estar. "Ele teve um mal súbito. Ontem estava ótimo, saiu para jantar com um amigo. Falei com ele, estava superbem", contou a empresária.

GALERIA: Luiz Carlos Miele morre aos 77 anos LEIA MAIS: Famosos lamentam a morte de Luiz Carlos Miele

Nascido em São Paulo, Miele mudou-se para o Rio de Janeiro em 1959 onde conheceu o compositor Ronaldo Bôscoli, que seu tornou seu principal parceiro. A dupla foi responsável pela direção de shows e espetáculos nos anos 1960 e 1970. João Marcelo Bôscoli relembrou o parceiro do pai.

"Era uma figura incrível, com muitos talentos e fazia tudo com maestria e delicadeza", disse, lembrando que a asma não impediu a paixão de Miele pelo futebol. "Ele jogava com um shorts com bolso, para guardar a bombinha", disse em entrevista para a Globo News.

Em 2012, Miele fez sua estreia num musical na peça 'O Mágico de Oz', na adaptação de Charles Möeller e Claudio BotelhoDivulgação

Miele foi locutor das rádios Nacional, Excelsior e Tupi, na década de 1950, antes de seguir carreira na televisão, onde passou pelas principais emissoras do País. Em 2014, Miele interpretou o personagem Jack Parker, na novela Geração Brasil, da Rede Globo.

O artista era casado com Anita Bernstein há 47 anos e o velório será amanhã, a partir das 7h, na Câmara de Vereadores e o sepultamento no Cemitério do Caju, na Zona Portuária.

Com informações do iG

Últimas de Rio De Janeiro