Alerj muda para prédio do Banerjão

Edifício atual com gabinetes dos deputados será demolido. Reforma no novo endereço, porém, ainda não foi orçada

Por O Dia

Rio - A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) está de malas prontas para a mudança da Praça XV para o antigo prédio do Banerjão, no Centro. A antiga sede administrativa do Estado será doada pelo governo à Alerj para abrigar os gabinetes dos deputados e as áreas administrativas da Assembleia.

O prédio anexo da Alerj, que reunia estes setores, será negociado com a prefeitura. O prefeito Eduardo Paes pretende demolir a construção para o projeto de revitalização da Zona Portuária da cidade. O plenário onde acontecem as votações, porém, continuará na Praça XV, no Palácio Tiradentes. A decisão foi publicada ontem no Diário Oficial do Estado.

Para receber a Alerj o prédio do Banerjão precisará de reforma, que será custeda pelo fundo da própria Alerj, que hoje conta com mais de R$ 180 milhões. O pregão para a licitação do projeto de reforma do edifício já foi anunciado no site da Assembleia, por um preço máximo de R$ 140,8 mil. A Alerj também pretende reformar o Palácio Tiradentes. A obra na parte externa do prédio será feita ano que vem, por R$ 17 milhões.

Já a reforma interna no palácio ainda não foi licitada e só poderá ser feita quando o Banerjão ficar pronto. Com a decisão, a Alerj desperdiçará R$ 1,5 milhão que gastou na gestão do ex-presidente Paulo Melo (PMDB), em um outro projeto de mudança para um prédio na Cidade Nova. Em troca do prédio do Banerjão, a Alerj doará ao estado o prédio na Rua da Alfândega, para abrigar algumas secretarias.

Últimas de Rio De Janeiro