Aparente tranquilidade na Rocinha após manifestação por jovens baleados

Madrugada foi tensa devido a protesto de moradores que fechou por 3 horas o Túnel Zuzu Angel, em São Conrado

Por O Dia

Rio - A madrugada na Rocinha foi de tensão depois que dois jovens foram baleados na favela em menos de 24 horas. Um dos feridos, identificado como Adson da Conceição Figueiredo, de 24 anos, foi socorrido por policiais militares e levado para o Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea. 

Adson trabalha como mototaxista na favela e foi operado no lado direito do quadril, onde foi baleado. Ele permanece internado e quadro de saúde do jovem é estável, como informou a Secretaria Municipal de Saúde.

Segundo o comando da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Rocinha, no caso de Adson, por volta das 22h30 os PMs lotados na unidade foram checar denúncias em um local conhecido como 'Roupa Suja'. Adson e o amigo Lucas Andrade da Silva furaram uma blitz montada pelos militares e foram perseguidos.

De acordo com os PMs, os dois jovens estavam armados. Os PMs, então, abriram fogos e Adson foi atingido na perna. O caso foi registrado na 11ª DP (Rocinha).

Não há, ainda, informações sobre a identidade e estado de saúde do outro jovem baleado. Mas, a Cordenação de Polícia Pacificadora (CPP) informou que o segundo ferido estava com amigos em uma trilha que liga as comunidades Chácara do Céu e Rocinha. Lá, o jovem foi encontrado pelos policiais, que checavam denúncias de tráfico de drogas na área de mata, e acabou baleado no braço direito.

O homem também foi socorrido para o Miguel Couto e a ocorrência foi registrada na 15ª DP (Gávea). A PM informou, ainda, que o comando da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Vidigal determinou que seja aberta uma sindicância para apurar a conduta de um policial neste caso da trilha. 

Rocinha amanhece aparentemente tranquila

Na manhã deste sábado, a comunidade amanheceu aparentemente tranquila, segundo a CPP. Na noite desta sexta-feira, moradores desceram a favela revoltados e fizeram um protesto que fechou a Autoestrada Lagoa Barra. Com a interdição, o Túnel Zuzu Angel ficou fechado por cerca de três horas, até a madrugada deste sábado. 

No protesto, os moradores fizeram duras críticas sobre a conduta de um PM que baleou outro jovem no braço, enquanto fazia uma trilha que liga a Chácara do Céu à Rocinha. Os militares teriam ido à mata para checar uma denúncia de tráfico de drogas.

De acordo com informações do Centro de Operações da Prefeitura, a interdição do Zuzu Angel ocorreu por volta das 22h40, gerando retenções no tráfego. O trânsito só foi liberado por volta da 1h30 de sábado.

Últimas de Rio De Janeiro