Justiça determina transferência de Fu da Mineira para presídio federal

Decisão tem como base o pedido feito pelo secretário de segurança do Rio, José Mariano Beltrame

Por O Dia

Rio - A Justiça do Rio determinou a transferência do traficante Ricardo Chaves Lima, o Fu da Mineira, para um presídio federal fora do Rio. A decisão tem como base o pedido feito pelo secretário de segurança José Mariano Beltrame logo após a prisão de Fu, em agosto.

A decisão foi tomada pelo juiz Eduardo Oberg, titular da Vara de Execuções Penais (VEP). Ainda não se sabe para qual dos quatro presídios federais ele será levado, já que a escolha cabe ao Departamento Penitenciário Nacional (DPN). A Justiça ainda analisa os pedidos de transferências de Cláudio José de Souza Fontarigo, o Claudinho da Mineira, e Robson Aguiar de Oliveira, o Binho do Engenho, presos juntos com Fu e outros três traficantes.

Fu da Mineira e outros traficantes foram presos nesta terça-feira%2C durante operação do Bope no Morro do Chapadão%2C e levados para a 39ªDP (Pavuna)Divulgação

LEIA MAIS

Policiais do Bope prendem líderes do tráfico em Costa Barros

Disque-Denúncia aumenta recompensa por líderes da invasão ao Morro da Coroa

Beltrame pede pena mais rígida para criminosos com armas de guerra

Fu da Mineira foi preso pelo Batalhão de Operações Especiais (Bope) no Complexo do Chapadão, reduto da facção criminosa da qual ele é um dos principais líderes. Com ele, também foi preso Cláudio José de Souza Fontarigo, o Claudinho da Mineira, outro homem forte no Comando Vermelho (CV). O Disque-Denúncia oferecia R$ 10 mil por informações sobre o paradeiros dos criminosos, que eram inimigos de Celso Pinheiro Pimenta, o Playboy, morto dias antes.

Fu estava foragido do sistema penal desde 2013, quando recebeu o benefício de redução de pena. Procurado também há dois anos, Claudinho cumpria pena em Rondônia. Ele foi beneficiado com a progressão de regime para o semiaberto, podendo ir visitar seus familiares por sete dias. Mas desde então não havia retornado para o presídio.

Últimas de Rio De Janeiro