Mais de 7 milhões de estudantes fazem segundo dia de provas do Enem

Portões foram fechados às 13h. Neste domingo, alunos farão a Redação, além de 90 questões de Linguagens e Matemática

Por O Dia

Rio - Os portões foram fechados para o segundo dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), às 13h. Neste domingo, cerca de 7,7 milhões de estudantes vão responder a 90 questões de Linguagens e Matemática, além da Redação, durante 5h30.

Muitos alunos chegaram acompanhados dos pais nos locais de prova, como foi o caso do candidato Carlos Alfredo, de 19 anos. A mãe, Juliana Novelo Cesar, de 41 anos, fica durante todo o período da prova esperando o filho sair. Enquanto isso, ela faz orações para que o jovem tenha um bom resultado.

"Já tinha ficado aqui no sábado. Na manhã deste domingo, fomos até à Igreja pedir que tudo ocorresse bem na prova e para que ele respondesse as questões com calma", contou.

Antes de começar o exame, muitos jovens estavam preocupados com o tema da redação, como a estudante Bruna Ribeiro Batista, de 17 anos, que quer cursar Engenharia Civil. Ela acredita que foi bem nas provas de sábado, já que está se preparando desde o início do ano.

"Estudava duas horas de segunda a sexta-feira, e o fim de semana todo. Mas, não tem jeito, o que me deixa mais nervosa é a redação", afirmou a menina, que estava acompanhada de um grupo de amigos, que também fariam a prova na Uerj.

VEJA MAIS

Na avaliação de alunos, Enem teve poucas questões atuais

?Feminismo e globalização marcam o primeiro dia do Enem?

Atrasados do Enem viram memes em redes sociais


Clara Moreira, de 17 anos, também está confiante no seu resultado do primeiro dia do Enem e agora só pensa no descanso. Ela também está se preparando para a segunda fase do vestibular da Uerj, que será no mês que vem. "Vou tirar segunda e terça para dormir, sem pegar nos livros. Para aquelas pessoas que tentaram outras vezes e não conseguiram passar, é só lembrar que ano que vem tem de novo. É só não deixar a peteca cair", disse a estudante, que quer Engenharia Ambiental.

Assim como no primeiro dia da prova, neste domingo também houve candidatos chegando atrasado e perdendo a oportunidade de tentar a entrada em uma universidade. Na Uerj, apenas um participante não conseguiu entrar na hora da prova. Alexandre de Souza Batista, de 30 anos, chegou com dois minutos de atraso. O analista de sistemas saiu de casa, em Quintino, às 12h40. Ele queria fazer o curso de Matemática ou Engenharia Civil.

"Talvez eu tente novamente no ano que vem. Infelizmente não deu tempo. Só lamento porque acho que ontem fiz uma boa prova. Não vai ser tanto transtorno porque já tenho uma profissão", acrescentou.

No primeiro dia do Enem, 25,32% dos 613 mil estudantes inscritos no Rio de Janeiro não compareceram, segundo o Inep. No país, o índice de abstenção foi menor do que no ano passado: 25,31%, enquanto em 2014 foi de 28%.

Últimas de Rio De Janeiro