Fu da Mineira irá para presídio em Campo Grande, determina a Justiça

Além dele, Abelha e Xará também serão transferidos a outros presídios por representarem risco à sociedade carioca

Por O Dia

Rio - Por oferecerem risco à sociedade carioca e serem considerados "de alta periculosidade", três traficantes do Rio serão transferidos para presídios federais fora do estado, segundo determinou o juiz titular da Vara de Execuções Penais (VEP), Eduardo Oberg, nesta segunda-feira. 

São eles: Ricardo Chaves de Castro Lima, o “Fu da Mineira”, Wilton Quintanilha, conhecido como “Abelha”, e Marcelo Fonseca de Souza, o “Xará”. 

Policiais do Bope prendem líderes do tráfico em Costa Barros

Beltrame pede pena mais rígida para criminosos com armas de guerra

Fu da Mineira irá para a Penitenciária Federal de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. O traficante estava no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste, desde agosto, quando foi capturado pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) no conjunto de favelas do Chapadão.

Fu da Mineira e outros traficantes foram presos no último dia 19 durante operação do Bope no Morro do Chapadão%2C e levados para a 39ªDP (Pavuna)Divulgação

Há a expectativa de que outros integrantes da quadrilha de Fu também sejam transferidos, como Cláudio José de Souza Fontarigo, o “Claudinho da Mineira”, Robson Aguiar de Oliveira, o “Binho do Engenho”, e Rafael Alves, o “Peixe”.

Já os traficantes Marcelo Xará e Abelha estão na Penitenciária Laércio da Costa Pellegrino (Bangu 1) estão à espera de transferência para um presídio federal, cuja decisão ficará sob a responsabilidade do Departamento de Execução Penal (Depen).

Últimas de Rio De Janeiro