Polícia apreende adolescente suspeito de participar da morte de professor

Menor de idade é apontado por participação na morte do profissional de Educação Física Felipe Lavina Machado

Por O Dia

Rio - Com um mandado de busca e apreensão obtido no fim da noite deste sábado, agentes da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense conseguiram, na madrugada deste domingo, apreender um adolescente, de 17 anos, apontado como um dos responsáveis por roubar e matar o professor de Educação Física Felipe Lavina Machado, 27 anos, em Mesquita, no último dia 25. 

Felipe Lavina, que também era sócio de uma academia no município, foi rendido em casa, no bairro Therezinha, por quatro criminosos armados. Levado em seu próprio carro com a namorada até o bairro K11, em Nova Iguaçu, o jovem foi executado com um disparo na cabeça. A mulher dele foi libertada no caminho.

O empresário e professor Felipe Lavina Machado%2C de 27 anos%2C foi sepultado na manhã do dia 26, no Cemitério Jardim de MesquitaReprodução Facebook

Segundo as investigações, os bandidos conheciam a rotina de Felipe, já que ao chegar na residência foram direto para o quarto perguntando onde estava o cofre. Os criminosos levaram R$ 10 mil que seria para o pagamento dos funcionários da vítima. Além disso, dois estavam encapuzados e mudavam o tom de voz para não serem reconhecidos.

No mesmo dia, os policiais encontraram o carro de Felipe, usado pelos bandidos. Na época, familiares e a namorada de Felipe Lavina prestaram depoimento da delegacia e agentes deram início às diligências em busca de testemunhas e imagens de câmeras de segurança da região que ajudassem a identificar os autores do crime.

Professor de educação física é sequestrado e morto a tiros na Baixada

'Covardia de quem não é humano', diz amigo de professor morto na Baixada