'Inadmissível gente tão medíocre ', diz delegado sobre ataque contra Taís Araújo

Alguns chamaram atriz de 'macaca' e debocharam de seu cabelo. Campanha #SomosTodosTaísAraújo mobiliza a web

Por O Dia

Rio - Após a atriz Taís Araújo anunciar que vai denunciar à Polícia Federal as ofensas racistas que sofreu na Internet, a Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) tenta localizar os responsáveis pelos ataques. "É importante que as pessoas se conscientizem da necessidade de denunciar esses crimes, para que a polícia possa agir. É inadmissível que em pleno 2015 haja gente tão medíocre usando as redes sociais para esse papel ridículo", disse o delegado Alessandro Thiers.

"Tudo o que postamos é acessado por um número indeterminado de pessoas. Antes de escrever, é preciso se colocar do lado do outro", afirmou o delegado.

Taís Araújo diz que não se intimidará e denunciará ataques racistas

Após racismo, Taís Araújo agradece apoio e Maju Coutinho defende a atriz

Tais Araujo foi vítima de racismo em seu perfil no FacebookReprodução / Facebook

Taís recebeu apoio de internautas, que criaram a campanha #SomosTodosTaís. Entre as ofensas, criminosos a chamaram de "macaca" e debocharam de seu cabelo. Depois de a hashtag virar uma das mais comentadas no Brasil, Taís agradeceu o apoio.

"Eu quero ser para sempre todos vocês que me emocionaram hoje! TO-DOS! #SomosTodosTaisAraujo", escreveu a artista na noite deste domingo.

A atriz usou seu perfil na rede social Facebook para um desabafo. "Absolutamente tudo está registrado e será enviado à polícia federal. E eu não vou apagar nenhum desses comentários", afirmou.

Maria Júlia Coutinho também saiu em defesa de Taís. "Linda, sexy, talentosa. Os cães ladram, mas a caravana passa", comentou em seu perfil no Instagram a jornalista que foi vítima de ataques semelhantes em julho.

A estrela de "Mister Brau" foi vítima de ataques racistas nesse sábado. Internautas fizeram comentários criminosos em uma de suas fotos na rede social, chegando a chamá-la de "macaca" e debochar de seu cabelo. Em comunicado postado no Facebook, a atriz afirmou que não vai se intimidar com os ataques e prestará queixa à Polícia Federal.

Reportagem de Maria Clara Vieira

Últimas de Rio De Janeiro