Menino morto eletrocutado em parque no Alemão será enterrado nesta terça

Samuel, de 6 anos, morreu na noite de domingo após sofrer uma descarga elétrica em um parque no Complexo do Alemão

Por O Dia

Samuel Goulart Freire dos Santos%2C de 6 anos%2C morreu neste domingo ao levar um choque num parque de diversões do Complexo do AlemãoSeverino Silva / Agência O Dia

Rio - O corpo do menino Samuel Goulart Freire dos Santos, de 6 anos, morto na noite deste domingo após sofrer uma descarga elétrica ao segurar numa grade de ferro enquanto aguardava para ir num brinquedo de um parque no Complexo do Alemão, na Zona Norte, será enterrado nesta terça-feira. O sepultamento está previsto para às 13h, no Cemitério de Inhaúma.

O acidente aconteceu por volta das 21h de domingo. Samuel estava acompanhado da mãe, Paula Andreia Freire Costa, de 38 anos, e da irmã de 9 anos. O menino Guilherme Furtado Jorge, de 8 anos, também foi eletrocutado. Ele foi atendido na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Alemão e liberado em seguida.

O Looping Park, local onde o menino Samuel morreu eletrocutado, funcionava de forma irregular na Avenida Itaoca, no Complexo do Alemão, na Zona Norte. Segundo a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) informou nesta segunda-feira, parque não tinha o alvará de funcionamento da Prefeitura. Assim como a Seop, o advogado do parque, Hugo Novais, admitiu que o local não tinha permissão para funcionar.

LEIA MAIS: Parque funcionava sem alvará

"Com relação a documentação, é fato que se ele não possuía a documentação, que é o alvará, e que não possuía a documentação dos órgãos públicos para efetivar a autorização, em sombras de dúvidas que estavam operando irregularmente. Isso é um fato, não se questiona. Mas o que se questiona, é que se efetivamente houve nexo de casualidade é entre o evento danoso, que é a morte do menor e a ação ou omissão por parte do parque. É isso que vai ser apurado", diz.

O advogado disse que a regularização do parque vinha sendo providenciada e que os brinquedos passavam por avaliação técnica.

Últimas de Rio De Janeiro