Paciente que estava com suspeita de ebola recebe alta

Segundo exame deu novamente negativo para a doença e homem de 46 anos deixou neste sábado a Fiocruz

Por O Dia

Rio - O paciente que estava internado no Rio de Janeiro com suspeita de ebola recebeu alta da internação neste sábado e já deixou o Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI/Fiocruz), em Manguinhos. Diagnosticado com malária, ele continuará recebendo tratamento em Minas Gerais. As 95 pessoas que tiveram contato com o paciente e estavam sendo acompanhadas também já foram liberadas.

Segundo informações divulgadas no site da Fiocruz, foram feitos dois exames no paciente para diagnóstico do vírus ebola e ambos tiveram resultado negativo. Os testes realizados pelo Laboratório de Vírus Respiratório e Sarampo do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) seguiram protocolos internacionais.

O Ministério da Saúde ressalta que o Sistema Único de Saúde (SUS) adotou todos os procedimentos necessários neste caso para a interrupção de uma possível cadeia de transmissão do vírus, seguindo o Regulamento Sanitário Internacional.

Todas as medidas de vigilância para identificação de um possível caso suspeito serão mantidas. Qualquer pessoa que chegar da Guiné (África), único país com transmissão ativa do vírus ebola atualmente, e apresentar febre até 21 dias após a chegada ao Brasil, será considerada suspeita e será isolada imediatamente para aplicação do protocolo internacional.

Últimas de Rio De Janeiro