Criança e adolescente são baleados no Complexo do Lins

Menino de 11 anos foi atingido no rosto de raspão por disparo. Grajaú-Jacarepaguá e comércio da região foram fechados

Por O Dia

Tráfego foi interditado na Grajaú-JacarepaguáSeguidor %40klecioo1

Rio - Um tiroteio entre traficantes e policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Camarista Méier deixou uma criança e um adolescente baleados, nesta quarta-feira à tarde, no Conjunto de Favelas do Lins, na Zona Norte. O confronto teria começado após criminosos roubarem um caminhão de carga na autoestrada Grajaú-Jacarepaguá.

Entre as vítimas está um menino de 11 anos. Ele foi levado para o Hospital Cardoso Fontes, em Jacarepaguá, na Zona Oeste. No hospital, familiares dele disseram que o tiro atingiu a bocheca e que o menino não corre risco de morrer. Ele passou por uma sutura e foi liberado após ser medicado.

De acordo com informações de parentes, a criança estava voltando da escola e ao falar no telefone com a avó, foi atingido. Ele jogou o aparelho no chão e gritou por socorro.

Já o adolescente de 17 anos foi encaminhado para Hospital Naval Marcílio Dias, no Lins. Ele deu entrada na unidade com um tiro no pé direito. Com quadro estável, ele foi transferido em ambulância para o Hospital Municipal Salgado Filho, onde também teve alta.

Devido ao confronto, a autoestrada Grajaú-Jacarepaguá fechou por quase 30 minutos. Com medo, muitos motoristas voltaram na contramão. Alguns saíram do carro e ficaram abaixados aguardando o fim do tiroteio. Ninguém foi atingido.
Nas redes sociais, moradores relataram que o comércio da região foi fechado. “Chapa quente no Lins. Rua que dá acesso ao Marcílio Dias fechada”, disse uma moradora.

Os criminosos roubaram um caminhão de carga de uma loja de eletrodomésticos, no início da tarde. De acordo com a Coordenadoria de Polícia Pacificadora, o veículo foi encontrado por PMs da UPP Camarista Méier no Morro do Gambá. O motorista e o ajudante estavam no caminhão, porém a carga havia sido roubada.

Ainda de acordo com a assessoria das UPPs, o grupo de assaltantes que trocou tiro com os policiais, fugiu para a comunidade da Cachoeira Grande. O policiamento foi reforçado e, durante as buscas pelos suspeitos, um novo confronto foi registrado. Os militares só souberam que dois menores foram baleados após percorreram as unidades de saúde da região, segundo a UPP.

LEIA MAIS: Operação em favela do Jardim América termina com adolescente baleada

Comércio fechado no LinsSeguidor %40marcinho_rj


Últimas de Rio De Janeiro