Coronel Robson pede desculpas à família de menino morto no Alemão

Ele acredita que a credibilidade é o maior capital do processo, mas admite que ela está ameaçada

Por O Dia

Rio - A morte do menino Eduardo, no Alemão, em abril deste ano, mereceu um destaque à parte na conversa com o coronel Robson. Ele pediu desculpas à família do menino e, também, às de policiais mortos na guerra que considera uma estupidez. Para ele, a situação no Alemão melhorou em termos de segurança pública, mas está longe do ideal.

Ele acredita que a credibilidade é o maior capital do processo, mas admite que ela está ameaçada. “Como gestor lamento a perda de vidas. Mas a sociedade também deve pedir desculpas, porque os números de assassinatos no Brasil são indecentes.”

Últimas de Rio De Janeiro