Operação vai reforçar policiamento no Aterro do Flamengo, Lagoa e Méier

A iniciativa é feita em convênio com o Sistema Fecomércio-RJ, com investimento de R$ 22 milhões por ano no patrulhamento

Por O Dia

Rio - Começa nesta segunda-feira a Operação Segurança Presente, que vai reforçar o policiamento no Aterro do Flamengo, na Lagoa Rodrigo de Freitas e no Méier. O patrulhamento segue os moldes da Operação Lapa Presente (OLP), que, desde 2014, contribuiu para aumentar a segurança na área do Rio Antigo.

A iniciativa é feita em convênio com o Sistema Fecomércio-RJ, com investimento de R$ 22 milhões por ano no patrulhamento das três regiões. A princípio, ele está previsto para durar dois anos.

As operações contarão também com o apoio da Guarda Municipal, das secretarias municipais de Transportes, de Ordem Pública e de Desenvolvimento Social, além da Comlurb.

O anúncio da operação será feito hoje pelo secretário de Estado de Governo, Paulo Melo, o presidente do Sistema Fecomércio do Rio de Janeiro, Orlando Diniz, e os coordenadores das operações: Leonardo Laureano (Aterro), Henry Miranda (Lagoa), Hugo Coque (Méier) e Mairon Bandeira (Lapa).

Últimas de Rio De Janeiro