Por marlos.mendes
Publicado 30/11/2015 21:16 | Atualizado 01/12/2015 00:26

Rio - Um soldado da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Jacarezinho foi morto e outro ficou ferido no fim da tarde de segunda-feira  durante troca de tiros entre os policiais militares e traficantes da favela na localidade conhecida como Talibã.

Rodrigo Ribeiro Pinto, de 34 anos, estava há apenas um na corporação e foi morto a tiros quando fazia patrulhamento de rotina. Ele chegou a ser levado para o Hospital Salgado Filho, no Méier, mas não resistiu aos ferimentos.

Já o outro PM, que foi identificado apenas como Vítor, deslocou o ombro durante a operação. Ele também foi socorrido no Hospital Salgado Filho e não corre risco de morrer.

No áudio obtido pelo DIA, é possível ouvir o desespero dos policiais logo após o policial ser baleado. Eles pedem prioridade no socorro ao soldado. “Policial baleado, brevidade”, grita um PM. “Informe a direção, comandante”, fala outro policial. “UPP Jacaré (inaudível)”, diz o PM.

Logo depois, uma equipe diz que está seguindo para o local. “Atenção. Descendo sentido Rei do Gado”, avisa um policial. “Estado grave. Bravo Mike foi executado. VTR (viatura), por favor. Policial em estado grave. Prioridade”, desespera-se o PM.


Até outubro, pelo menos 60 policiais foram mortos no Rio de Janeiro. Segundo o Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, o Rio é o estado campeão de mortes de agentes de segurança. Em 2014, foram 98 policiais assassinados, quase 25% dos 398 agentes mortos em todo o país.

Rodrigo Ribeiro Pinto estava há um ano na corporaçãoDivulgação


Você pode gostar