Deputados do PT desistem de mandado de segurança contra impeachment

Ministro Gilmar Mendes, do STF, havia sido sorteado para analisar o pedido de liminar

Por O Dia

Rio - Os deputados federais petistas Wadih Damous (RJ), Paulo Pimenta (SP) e Paulo Teixeira (SP) desistiram do mandado de segurança que pedia a anulação da abertura do processo de impeachment de Dilma Rousseff feita pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

A desistência foi feita no Supremo Tribunal Federal às 17h23, horas depois de o mandato de segurança ter sido protocolado.

O ministro Gilmar Mendes, que tem feito muitas críticas ao PT, havia sido sorteado para analisar o pedido de liminar feito pelos deputados.

Últimas de Rio De Janeiro