Após confusão em casa de prostituição, PM é detido na Dutra

Policial discutiu com mulher que o acompanhava e a agrediu em seguida. Durante o tumulto, ele teve a arma roubada

Por O Dia

Rio - Um sargento da Polícia Militar foi detido na madrugada deste sábado depois de se envolver em uma confusão dentro de uma casa de prostituição, na Rodovia Presidente Dutra, em Nova Iguaçu. Segundo a polícia, um tumulto começou, por volta das 3h, depois que o PM Andrade discutiu e agrediu uma prostituta que o acompanhava na casa "Rainha do Cabaré". Durante o alvoroço, a arma do policial foi roubada.

Irritados com a situação, frequentadores do local resolveram expulsar o policial da casa. De acordo com ele, foi nesse momento que sua arma, uma pistola, sumiu. Ao perceber que havia pedido a pistola, o próprio PM chamou a polícia.

Saiba mais: PM é preso por ameaçar com arma pessoas em boate

PM é preso suspeito de assaltar trem na Baixada Fluminense

Em depoimento, a gerente do estabelecimento, identificada como Suelen, afirmou que o sargento estava acompanhado por outro oficial, Alex Alencar. Segundo a gerente, os dois estavam envolvidos na confusão dentro da casa, onde o sargento perdeu a arma.

Policiais do 20° BPM (Mesquita) foram ao local e conduziram o caso para a 58° DP (Posse). Segundo a Polícia Civil, o sargento já prestou depoimento e foi liberado. Já a mulher, de acordo com a polícia, ainda não apareceu na delegacia para prestar queixa e que ela será procurada para esclarecer o caso.

Últimas de Rio De Janeiro