Cartaz apresenta traficantes que agem na região de Manguinhos e Jacarezinho

Portal dos Procurados, serviço vinculado ao Disque-Denúncia, oferece recompensa a quem der informações que levem ao paradeiro dos criminosos

Por O Dia

Rio - Um cartaz com as fotos de 11 traficantes que estariam agindo nas regiões de Manguinhos, Jacarezinho, Mandela e Arará, favelas da Zona Norte, foi divulgado, nesta quinta-feira, pelo Portal dos Procurados, do Disque-Denúncia. Com morte nesta quarta-feira de Luan Lopes da Silva, o Luanzinho, a polícia agora está em busca desses traficantes que teriam participado dos últimos acontecimentos na região do Jacarezinho, onde no ultimo domingo, dois policiais militares foram assassinados, após confronto com traficantes.

CONFIRA:

Preso na Região dos Lagos o suspeito de chefiar o tráfico no Jacarezinho

Morre o traficante 'Luanzinho', acusado de atacar PMs no Jacarezinho

A polícia tenta identificar bandidos apontados como Bracinho, Fred, Doze Dedos, Tubarão, entre outros, que teriam participado do ataque, ordenado pelo traficante Marcos Vinícius da Silva, o Lambari, que cumpre pena em Catanduvas (PR). Há uma semana, o soldado Rodrigo Ribeiro também foi morto por bandidos na favela. No domingo, após serem atacados por traficantes, os PMs Marcus Martins e Inaldo Pereira Leão, acabaram morrendo. Martins levou três tiros nas costas ao socorrer Leão.

Portal dos Procurados paga recompensa a quem der informações que levem ao paradeiro dos criminososDivulgação

Os traficantes que estariam agindo naquela região são:

1 - Paulo Henrique Godinho dos Santos – o PH – Um dos principais integrantes da Favela do Jacarezinho, e gerente geral da região. É o principal contato com fornecedores de drogas na Bolívia e Paraguai. Evadido do Sistema Penitenciário, desde 04/11, do Presídio Casa do Albergado Crispim Ventino. Possui um mandado de prisão. Recompensa R$ 1 mil reais.

2 - Carlos Henrique dos Santos – Nego da Pica Pau – Evadido do Sistema Penitenciário desde novembro de 2007, possui quatro mandados de prisão. Recompensa de R$ 1 mil reais.

3 - André Luiz Cabral dos Santos – Lacraia – chefe do tráfico da Favela do Arará, em Benfica. Possui dos mandados de prisão. Recompensa de R$ 1 mil reais.

4 - Thomas Bruno Dantas – o Mongol – um dos principais líderes da Favela de Manguinhos e um dos acusados de participar do assassinato do SD PM Clayton, na Ilha do Governador, em abril de 2015. Possui um mandado de prisão. Recompensa R$ 1 mil reais.

5 - Jefferson de Menezes Ferreira – o Jefinho – parceiro de Mongol - e um dos acusados de participar do assassinato do SD PM Clayton, na Ilha do Governador, em abril de 2015. Possui um mandado de prisão. Recompensa R$ 1 mil reais.

6 - Willian Souza Guedes – Chacota – integrante do tráfico de drogas de Manguinhos. Possui anotações por trafico de drogas, homicídio e roubo. Possui um mandado de prisão. Recompensa R$ 1 mil reais.

7 - Reginaldo Tomaz de Aquino – o Russo ou Formigão – foragido do Sistema Penitenciário desde abril de 2007. Possui quatro mandado de prisão. Recompensa R$ 1 mil reais.

8 - Nielsen Paiva de Araújo – o Dininho – integrante do tráfico odo Jacarezinho possui dois mandados de prisão e anotações por: tráfico, homicídio, ameaça, entre outros. Possui dois mandado de prisão. Recompensa R$ 1 mil reais.

9 - Luiz Augusto Oliveira de Faria – Índio do Mandela – Participou de um ataque a 21ª DP , em novembro de 2008, e também participou do resgate do traficante DG, na 25ª DP, junho de 2012. Possui um mandado de prisão. Recompensa R$ 1 mil reais.

10 - Luiz Augusto Roque de Mello Filho – o Leno - também participou do resgate do traficante DG, na 25ª DP, junho de 2012. Possui um mandado de prisão. Recompensa R$ 1 mil reais.

11 -Valmir Juvenal da Silva – O Mandacaru – evadido do Sistema Penitenciário desde dezembro de 2007, e age nas Favelas de Manguinhos e Arará. Possui três mandados de prisão. Recompensa R$ 1 mil reais.

Quem tiver alguma informação a respeito da localização desses traficantes, pode denunciar, enviando uma mensagem de texto, vídeo ou fotos para o aplicativo de mensagens do WhatsApp do Portal dos Procurados (21) 96802-1650, ou entrando em contato com a Central Disque-Denúncia pelo (21) 2253-1177 ou 0300-253-1177, para quem estiver fora da capital. O anonimato é garantido.

Últimas de Rio De Janeiro