Homem que se passava por pastor é investigado por estupro de crianças

As crianças tinham entre 3 e 10 anos e eram constantemente ameaçadas pelo suspeito

Por marlos.mendes

Rio - O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) denunciou um homem pelo estupro de uma menina de 9 anos. O criminoso, que se passava por pastor evangélico, está sendo investigado pelo estupro de outras seis crianças. Todas as vítimas moram no mesmo condomínio, na Região Serrana, onde o falso pastor também morava.

De acordo com a denúncia, o acusado, cujo nome não pode ser divulgado para não expor as vítimas, aproveitou-se da proximidade com as famílias para cometer os abusos. As crianças tinham entre 3 e 10 anos e eram constantemente ameaçadas. O homem está em prisão temporária, mas a Promotoria requereu a conversão para prisão preventiva.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia