Por tabata.uchoa

Rio - Há tantos motivos para ficarmos alegres! Mas parece que qualquer problema, por mais simples que seja, nos faz achar que nada vai bem... Se não vigiarmos sobre nós mesmos, podemos ser constantemente assolados pelo pessimismo e pela desesperança. Não podemos esquecer de que já somos vitoriosos, pela conquista de Jesus na cruz por nós! Quem vive bem sua fé não deixa espaço para derrota.

É por isso que, neste terceiro domingo do Advento, a Igreja nos recorda de que a expectativa pela vinda do Senhor é plena de alegria. Porque é verdade: Ele, que já venceu todo o mal, está próximo! Esse é o verdadeiro motivo da felicidade! E nossas atitudes precisam refletir isso. É tempo de recobrar o ânimo, pois Deus virá para o meio de nós!

Ora, diante da certeza da vinda do Senhor, as adversidades se tornam relativas e não há razão para se deixar dominar pela inquietação, se tudo pode ser apresentado a Ele em oração. Porque, ao contrário do que muita gente ainda pensa, Ele não é indiferente a nós: Nos ouve e, além de nos ajudar e orientar, concede a sua paz, mesmo diante das mais turbulentas circunstâncias.

Vivendo a alegria deste tempo, nosso coração exulta também pela proclamação do Ano Santo da Misericórdia. Em nossa Arquidiocese, sete igrejas foram proclamadas como Portas Santas, ou seja, são locais por onde se passa com propósito de abandono dos velhos hábitos e de busca pelo alcance da misericórdia de Deus e da mudança de vida: Catedral de São Sebastião, no Centro; Santuário do Cristo Redentor; Santuário de Nossa Senhora da Penha; Santuário de Nossa Senhora de Schoenstatt, em Vargem Grande; Igreja Nossa Senhora da Conceição, em Santa Cruz; Igreja Coração Eucarístico, em Santíssimo, e Santuário da Divina Misericórdia, em Vila Valqueire. Participe deste tempo de graça e a alegria do Senhor será a sua força! #vamoemfrente!

Você pode gostar