Dilma está arrependida de não ter mantido Moreira na Aviação Civil

Em 2014, Moreira teve um papel importante no apoio de parte do PMDB-RJ a presidente

Por O Dia

Rio - Dilma Rousseff está arrependida de não ter mantido Moreira Franco no cargo de ministro da Aviação Civil. Muito ligado a Michel Temer, ele é um dos principais nomes da ala oposicionista do PMDB. Na carta que enviou à presidenta, o vice lamentou que o amigo tenha perdido o ministério.

Em 2014, Moreira teve um papel importante no apoio de parte do PMDB-RJ a Dilma: ele alertou lideranças como Eduardo Paes e Paulo Melo que a derrota da petista daria muito poder à família Picciani, que apoiou Aécio Neves.

Dilma e Eva

Ex-bispo de Caxias, Dom Mauro Morelli tem usado o Twitter para fazer campanha contra o impeachment. Já lamentou a existência do cargo de vice-presidente (“laboratório de maus pensamentos e vícios”) e ressaltou que Dilma “não infringiu lei alguma”. Para ele, Eva não pode ser “culpada pelo pecado de Adão.”

Sem declaração

Pesquisa no site da Receita Federal mostra que Kim Patroca Kataguiri, de 19 anos, um dos líderes das manifestações contra Dilma, não fez declaração de renda em 2015. Em março, numa entrevista, ele contou que recebia dinheiro do Youtube por conta de seus vídeos lá postados. Ao Informe, por telefone, Kim disse que não teve rendimentos em 2014, por isso não fez a declaração à Receita.

Carrão devedor

Até um luxuoso BMW foi apreendido na Operação Pavio Curto, que vai atrás de carros que tenham débitos com o IPVA. O maior índice de inadimplência é na Barra.

Bonecas de orixás

Mãe Meninazinha de Oxum, de 78 anos, é uma das vencedoras do Prêmio Afro-Fluminense 2015, do governo do estado. Em seu terreiro, que fica em São João de Meriti, funciona o Ateliê Obìnrìn Odara, projeto dedicado à confecção de bonecos que representam os orixás. A entrega do prêmio será no dia 19, na Casa do Jongo, em Madureira.

Título de primeira

Dois livros vão comemorar os 20 anos do Campenato Brasileiro conquistado pelo Botafogo. Na quarta, na Livraria Travessa de Botafogo, Thales Machado lança ‘O Botafogo de 95’. No dia seguinte, aniversário da conquista, é a vez de Rafael Casé e Claudio Portella autografarem, na sede alvinegra, ‘95 - a tua estrela brilha’.

Últimas de Rio De Janeiro