Problemas complicam evento no Morro da Conceição

Forte temporal, exigências de músico e ordem do Exército marcaram o primeiro dia do FIM de Semana do Livro no Porto

Por O Dia

Rio - O temporal, o músico Antônio Nóbrega e o Exército complicaram, na noite de sábado, o encerramento do primeiro dia do FIM de Semana do Livro no Porto, evento realizado no Morro da Conceição.

A chuva que desabou no fim da tarde fez com que as atrações musicais fossem transferidas para o local de debates, um galpão utilizado pelo Exército. O grupo Tambor de Crioula da Companhia Mariocas não viu problema na troca e tratou de se apresentar por lá.

Já Nóbrega, pernambucano que vive em São Paulo, especialista em cultura popular, não entrou na brincadeira - fez exigências de última hora e não cantou.

O Exército, por sua vez, botou todo mundo na chuva e mandou soldados fecharem o galpão - alegou que, pelo acordo com os organizadores do FIM, não poderia haver apresentações musicais no local.

Apesar dos problemas, a programação deste domingo está mantida.

Últimas de Rio De Janeiro