Por gabriela.mattos
Publicado 16/12/2015 22:05 | Atualizado 16/12/2015 22:13

Rio - Uma estudante do curso de Geografia da Uerj acusou um servidor público de tê-la agredido em frente à porta da Uerj, na tarde desta quarta-feira. Segundo Marcela Figueiredo, de 21 anos, o homem tentou entrar na faculdade, que está fechada desde o início do mês. Depois de ser impedido de entrar, ele teria avançado em direção aos alunos e machucado duas meninas, de acordo com o relato da jovem.

Marcela contou que o servidor público, que devia ser professor da Uerj, chegou dizendo que queria entrar na universidade para almoçar. No entanto, ela disse que os estudantes explicaram que não tinha nada aberto na faculdade.

LEIA MAIS: Uerj segue ocupada após justiça negar reintegração de posse

A jovem lembrou ainda que depois ele argumentou que queria pegar o carro dele, mas os alunos explicaram que o estacionamento não ficava dentro da faculdade e, portanto, ele tinha que dar a volta no quarteirão. "De repente, ele se irritou e foi para cima de todo mundo, inclusive em mim e em outra menina", explicou a estudante, que destacou ainda que nenhum aluno o agrediu.

A estudante registrou o caso na 18ª DP (Praça da Bandeira). De acordo com informações da delegacia, um inquérito foi instaurado para apurar as circunstâncias do fato. Os envolvidos estão sendo ouvidos e agentes realizam diligências em busca de informações que ajudem nas investigações.


Você pode gostar