Por marlos.mendes

Rio - Familiares de um idoso que morreu na madrugada desta quarta-feira acusaram o Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, de omissão de socorro. De acordo com a direção da unidade, no entanto, o paciente Gilberto Avelar, de 65 anos, deu entrada com quadro de parada cardiorrespiratória e teria sido atendido, mas não resistiu.

Parente do idoso, Roberta Avelar disse que precisou ligar três vezes para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) até Gilberto ser atendido. Um enfermeiro do hospital, que preferiu não se identificar, contestou as acusações e ressaltou que a equipe fez de tudo para tentar salvar a vida do paciente. “Só milagre a gente não pode fazer”, disse.

Pela manhã, funcionários do Getúlio Vargas fizeram um protesto contra a crise na saúde. Cerca de cem pessoas participaram da manifestação, que aconteceu na porta do hospital, onde apenas casos extremamente graves estão sendo atendidos. Eles reivindicaram o pagamento de salários atrasados e do 13º, além de materiais para trabalhar.

Familiar se desespera pela morte de idoso e acusa HGV de omissãoReprodução

“Um descaso total”. Foi assim que o ativista Leonardo Apicelo definiu a situação dos hospitais. “Não podemos aceitar esta situação! A saúde e os hospitais foram abandonados, é um descaso com a população”, protestou.

Os hospitais do Andaraí, Bonsucesso, Cardoso Fontes (em Jacarepaguá), Ipanema, Lagoa e Servidores do Estado (no Centro do Rio) — todos federais, que darão suporte à rede estadual, conforme anunciou ontem o governo — prestam atendimento de média e alta complexidade em diversas especialidades, entre elas Ortopedia, Oncologia, Oftalmologia, Nefrologia, Otorrinolaringologia, Urologia, Clínica Médica e Obstetrícia de alto risco, além de transplantes.

Os institutos federais no Rio são o Instituto Nacional de Câncer (Inca), no Centro, o Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into), na Zona Portuária, e o Instituto de Cardiologia (INC), em Laranjeiras. Os recursos federais serão repassados até 10 de janeiro. 

Você pode gostar