Juiz manda prender 46 detentos que não voltaram do 'saidão de Natal' no Rio

Foram mais de 1200 presos beneficiados pela Justiça com a autorização para passar as festas de fim de ano em casa

Por O Dia

Rio -  A Justiça do Rio determinou a volta imediata de 46 condenados para a prisão. Ao todo, 46 presos não retornaram ao sistema carcerário do Rio, após terem a saída autorizada pela Vara de Execuções Penais para passar as festas de final de ano com seus parentes, no chamado saidão.

No Natal, 473 presos, que cumprem pena nos regimes aberto e semiaberto, classificados como de bom comportamento e que não cometeram falta grave, foram contemplados com a medida. Destes, 26 não retornaram ao presídio. Eles saíram no dia 24, véspera de Natal e o retorno estava previsto para o dia 26.

Outros 771 foram beneficiados para passar o Ano Novo com a família. Deles, 20 não retornaram ao sistema carcerário. Eles saíram no dia 30 e teriam de retornar no último sábado.

De acordo com o juiz Eduardo Oberg “os apenados que não retornaram ao sistema prisional tiveram o mandado de prisão expedido imediatamente”.

Últimas de Rio De Janeiro