Mais dois PMs são baleados após confrontos com criminosos no Rio

Com isso, são nove PMs alvejados em cinco dias

Por O Dia

Rio - Dois policiais militares foram baleados nesta terça-feira após confrontos com criminosos. Com isso, são nove PMs alvejados em cinco dias, sendo que oito estavam de serviço e apenas o sargento Vantuir Nascimento da Silva, atingido durante um assalto em Ponta Negra, Maricá, estava de folga.

Em Niterói, o sargento Dias, lotado no Patrulhamento Tático Móvel (Patamo) Largo da Batalha do 12º BPM, foi baleado no braço após intenso tiroteio com bandidos no Morro do Preventório, no bairro Charitas. Ele foi socorrido para o Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo, onde foi medicado e liberado. Segundo o coronel Fernando Salema, comandante do batalhão da região, não houve necessidade de cirurgia.

Já no Morro do Prazeres, bandidos e agentes da UPP trocaram tiros com traficantes que ainda controlam a venda de drogas na região. De acordo com o comando da unidade, os agentes faziam patrulhamento pela Rua Gomes Lopes com Rua Alexandrino quando criminosos armados encurralaram os PMs e atiraram. Houve revide e o soldado de De Sousa foi ferido por estilhaços nos braços e nas costas.

Ainda segundo a UPP, o militar foi socorrido para o Hospital Central da Polícia Militar (HCPM) no Estácio. O policiamento foi reforçado pelo efetivo de outras UPPs e do 5º BPMERJ (Praça da Harmonia).  Buscas foram feitas, mas ninguém foi capturado.

Últimas de Rio De Janeiro