Por paulo.gomes

Rio - O prefeito Eduardo Paes formalizou, na manhã desta terça-feira, a proposta de a prefeitura assumir dois hospitais do estado que ficam na Zona Oeste: o Rocha Faria, em Campo Grande, e o Albert Schweitzer, em Realengo.

A operação das duas unidades custa cerca de R$ 500 milhões por ano ao estado, mas o prefeito diz vai procurar diminuir este custo.

Em dezembro, no auge da crise da saúde, Paes decidiu emprestar R$ 100 milhões ao governo desde que o dinheiro fosse aplicado nos dois hospitais.

Em 2010, a prefeitura assumiu outro hospital estadual da Zona Oeste, o Pedro II, em Santa Cruz, que sofrera um incêndio. A unidade foi reaberta em 2012.

Você pode gostar