Lutador de MMA é preso com mulher por tentativa de homicídio e roubo

Eles golpearam uma mulher com uma tesoura e depois a agredida com socos e pontapés na Rua Samin, em Irajá

Por O Dia

Rio - Policiais civis da 27ª DP (Vicente Carvalho) prenderam nesta quarta-feira um lutador de Vale-Tudo acusado de tentativa de homicídio e roubo. José da Silva Marques, conhecido como Silvio Pantera, de 30 anos, foi capturado na Taquara, em Jacarepaguá. Uma mulher que também participou do crime está foragida.

De acordo com o delegado Felipe Curi, titular da unidade, no dia 30 de novembro do ano passado, o profissional acompanhado de Walquiria Juvino da Silva, que está foragida, golpearam um homem com uma tesoura e depois a agredida com socos e pontapés. Já desacordada, a vítima ainda levou facadas no abdômen. O crime aconteceu na Rua Samin, em Irajá.

Lutador Silvio PanteraReprodução Internet

"O motivo do crime ainda está sendo investigando, mas sabemos que a vítima e os acusados mantinham contato por oito meses. A vítima, na época foi para o Hospital Getúlio Vargas (Penha) e ficou 30 dias internadas. Agora, ela foi transferida para unidade particular e ontem (terça-feira) nos contou detalhes do crime, além de reconhecer os envolvidos", explicou o delegado, que coordenou a ação de captura do lutador.

Ainda segundo o responsável pela 27ª DP, após agredir a vítima, Silvio Pantera e Walquiria roubaram o carro da mulher, um Honda Civic. A dupla, conforme as investigações, mantém um relacionamento. Aos agentes, o lutador disse que só vai falar em juízo. 

Últimas de Rio De Janeiro