Dupla é presa por extorsão na Baixada

Aarão Fraudik da Silva e Glauco Salviano Colimoide Varjão tentavam extorquir R$ 30 mil de empresa de construção civil

Por O Dia

Rio - Dois homens foram presos acusados de extorsão a uma empresa do ramo da construção civil na Baixada Fluminense. De acordo com a Delegacia de Repressão as Ações Criminosas Organizadas e de Inquéritos Especiais (Draco/IE), que fez a prisão em flagrante no final da tarde desta segunda-feira, Aarão Fraudik da Silva e Glauco Salviano Colimoide Varjão exigiam o pagamento de R$ 30 mil mensais "garantir a segurança da empresa" e diziam ser traficantes do Morro do Chapadão, em Costa Barros.

De acordo com as investigações da especializada, as extorsões tiveram inicio na última semana quando os acusados foram ao canteiro de obras da empresa e exigiram o pagamento. Eles ameaçaram metralhar os trabalhadores da construção caso o valor não fosse pago.

Aarão Fraudik da Silva e Glauco Salviano Colimoide Varjão tentavam extorquir uma empresa na BaixadaDivulgação

De acordo com o delegado titular da Draco/IE, Alexandre Herdy, não houve pagamento, mas o crime de extorsão foi configurado após a ameaça e exigência do dinheiro. "Prendemos dois, mas há informação de que existe um terceiro participante no crime. Nas negociações, o Aarão se passava por um traficante de vulgo DG e a todo instante proferia ameaças, dizendo que caso a empresa não pagasse a taxa mensal, a obra pararia e seria metralhada. O outro preso se apresentava como um líder comunitário chamado Marcelo e intermediava as negociações", disse.

Os dois foram presos em Belford Roxo. Glauco já possui anotações por homicídio e porte de arma. No carro dele foram encontrados boletos de cobrança que serão investigados. A dupla foi autuada em flagrante pelo crime de extorsão qualificada e podem pegar até 15 anos de prisão.

Últimas de Rio De Janeiro