Morre o seresteiro Nelson Nunes, pai do prefeito de Nova Iguaçu

Seu Nelson cantava músicas de seresteiros famosos, prazerosamente, em bares, restaurantes, em festas comunitárias e em rodas de amigos

Por O Dia

Rio - Morreu nesta quarta-feira o seresteiro Nelson Nunes, na Baixada Fluminense. Pai do prefeito de Nova Iguaçu, Nelson Bornier, ele faria 89 anos no próximo dia 27. Seu Nelson, como era tratado carinhosamente, estava internado Casa de Saúde Nossa Senhora de Fátima com pneumonia. 

Nelson Nunes era pai do prefeito Nelson Bornier%2C de Nova IguaçuDivulgação

Seu Nelson cantava músicas de seresteiros famosos em bares, restaurantes, em festas comunitárias e em rodas de amigos. A música que ele mais gostava de cantar era "Jura", de Lupicínio Rodrigues, e O Gavião Malvado. Nunca deixou de participar das festividades religiosas em Nova Iguaçu e tinha o hábito de ajudar dona Dalva a distribuir pãezinhos e medalhinhas depois das missas do padroeiro da cidade na catedral de Santo Antônio de Jacutinga.

Nas atividades políticas, Nelson Nunes esteve sempre ao lado do filho Nelson Bornier e do neto Felipe, deputado federal (PSD-RJ) no terceiro mandato. O corpo de seu Nelson Nunes está sendo velado na capela B do cemitério Jardim da Saudade, em Mesquita, onde será sepultado às 11 horas de amanhã (quinta- feira, dia 14) . O prefeito Nelson Bornier cancelou toda sua agenda de trabalho para hoje e amanhã, dia de seu aniversário.

Últimas de Rio De Janeiro