DH cumpre mandados de prisão contra vários suspeitos de homicídios

Dois adolescentes acusados da morte de um médico em Irajá, no último dia 8, também foram apreendidos

Por O Dia

Rio - A Delegacia de Homicídios (DH) da Capital cumpriu nesta sexta-feira dois mandados de prisão e dois de busca e apreensão, contra acusados de homicídios. Segundo as investigações, Michael Rodrigues Silva, Francisco Rodrigues da Costa, e dois adolescentes participaram de três crimes investigados pela unidade. Os jovens são apontados como os autores da morte do médico Helder Dias da Costa Tomé Junior, no último dia 8, em Irajá.

Adolescentes acusados da morte do médico Helder Dias da Costa Tomé Junior, no último dia 8, em Irajá, foram apreendidosReprodução Internet

De acordo com a Polícia Civil, Helder foi assassinado pelos adolescentes de 15 e 16 anos, após deixar o plantão em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da região. De acordo com testemunhas, a vítima reduziu a velocidade de seu carro quando passava por um quebra molas na Rua Samoa. Em seguida, foi surpreendido por dois jovens. O médico desceu do veículo e entregou a direção a um dos criminosos. No entanto, acabou sendo baleado por outro adolescente.

LEIA MAIS: Médico é morto a tiros em Irajá após deixar plantão em UPA

Já Michael Rodrigues é apontado como um dos autores da morte do policial militar Cléber Sebastião da Silva, de 53 anos, em abril do ano passado. O crime aconteceu no bairro de Campo Grande, na Zona Oeste, e a vítima foi executada quando deixava um depósito de bebidas. Ele foi atacado por três criminosos que ainda levaram a sua arma.

Ainda segundo os agentes, Francisco Rodrigues, de 40 anos, é acusado de estuprar e matar Maria Aparecida de Souza, de 36, e Maria Eduarda de Souza da Silva, de 7. As vítimas foram assassinadas no dia 18 de dezembro do ano passado, na comunidade Rio das Pedras, na Zona Oeste.

Últimas de Rio De Janeiro