'É uma falha grave do meu governo', diz Paes sobre fechamento de zoológico

Prefeito reconheceu culpa e afirmou que não poderia ter deixado parque 'chegar a essa situação'

Por O Dia

Rio - "Eu admito essa responsabilidade e me desculpo com a população. Isso é uma falha grave do meu governo", disse Eduardo Paes no final da manhã desta sexta-feira, sobre o fechamento do zoológico, pelo Ibama, nesta quinta. A interdição do parque aconteceu por conta de diversas irregularidades encontradas no local. 

LEIA MAIS: Cariocas ficam decepcionados com interdição do Jardim Zoológico

Segundo o Ibama, o espaço estava sucateado, as grades que prendem os animais, desgastadas, a água, suja, e o espaço para tratamento veterinário, irregular. Os bichos também estavam magros e feridos. Na avaliação do Ibama, o local estava impróprio para visitas, já que perdeu seu caráter educacional, científico e de conservação.

Ministério Público pede rapidez nas obras. Última reforma no Zoo foi feita em 1993Estefan Radovicz / Agência O Dia

De acordo com Paes,  a Prefeitura está "conversando desde o ano passado com o Ministério Público sobre fazermos uma concessão do Zoológico, que deve sair na próxima semana, e não fazia sentido fazer grandes investimentos já que a gente vai fazer essa concessão. Entretanto, não podíamos chegar a essa situação", disse Paes. A mea culpa do prefeito foi feita durante a cerimônia de inauguração da Arena Carioca 1, no Parque Olímpico Rio 2016, na Barra da Tijuca.

O embargo não significa o fechamento definitivo do Zoo. A Fundação RioZoo deverá continuar realizando a gestão adequada dos animais até as irregularidades no local serem sanadas. Isso inclui manter os animais alimentados em recintos limpos e enriquecidos que favoreçam a manifestação natural do comportamento de cada espécie. 

Nesta quinta, após o fechamento do parque, a prefeitura informou que suspendeu a licitação das obras de readequação do Jardim Zoológico (Rio Zoo) tendo em vista que será publicado na próxima semana o edital para licitação da concessão ao setor privado para gestão e operação do Rio Zoo. Ainda segundo o órgão, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente já entrou com recurso a fim de suspender o embargo de visitação pública estabelecido pelo Ibama. A prefeitura também explicou o projeto para passar a responsabilidade do Jardim Zoológico para uma iniciativa privada.

Últimas de Rio De Janeiro