Marido de modelo morta após procedimento estético depõe

Gilberto Azevedo foi à 79ª DP (Jurujuba) para prestar novo depoimento. Segundo delegado, ele e cirurgião se contradizem

Por O Dia

Rio - O empresário Gilberto de Azevedo, marido da modelo Raquel dos Santos, que morreu após um procedimento estético, voltou a prestar depoimento, na manhã desta sexta-feira, na 79ª DP (Jurujuba). Objetivo é esclarecer pontos controversos com o depoimento do cirurgião Wagner Moraes, que realizou a intervenção e a acompanhou ao hospital junto com o marido após ela passar mal, inclusive assinando o seu atestado de óbito, questão que intriga a polícia.

O viúvo não quis falar com a imprensa após sair da delegacia. Agora a tarde, enfermeiras que atenderam Raquel na clínica também são esperadas para prestar depoimento. Segundo o titular da 79ª DP (Niterói), Mário José Lamblet dos Santos, houve divergência nos primeiros depoimentos do marido da modelo e do médico.

LEIA MAIS

Médico que atendeu modelo tinha cinco censuras públicas do Cremerj

Delegado revela contradições em depoimentos sobre morte de modelo

Raquel Santos morreu na noite de segunda após procedimento estéticoReprodução Facebook

"O Gilberto disse que ela já chegou desacordada ao hospital, com a boca roxa, passando muito mal e sem consciência. Já o médico disse que ela chegou reclamando de falta de ar, ou seja, com vida e faleceu depois de ser atendida pela equipe médica", explicou. O médico voltou a prestar depoimento nesta quinta-feira.

A morte da finalista do concurso Musa do Brasil e Gata da Hora do MEIA HORA repercutiu na imprensa internacional. Ao destacar o fato de ela usar um produto para cavalos para “turbinar” o corpo, o jornal britânico ‘Daily Mail’, chegou a chamá-la de “escrava da vaidade”.

Cirurgião Wagner Moraes voltou a prestar depoimento nesta quinta-feira na 79ª DP (Niterói) sobre morte da modeloSeverino Silva / Agência O Dia


Últimas de Rio De Janeiro