Por tiago.frederico

Rio - Motoristas que não estão sendo atendidos nos postos do Detran devido à paralisação dos funcionários da empresa Prol, que presta serviço ao órgão, não precisam realizar um novo agendamento para retornar ao posto, após a normalização do serviço. Segundo o departamento, foram suspensos os futuros agendamentos nas unidades impactadas pela paralisação, a fim de atender os clientes que não puderam ser atendidos neste período.

LEIA MAIS:

Às vésperas de São Sebastião, Rio se apega ao padroeiro para afastar crise

Sem receber, funcionários protestam e não atendem em postos do Detran

Nesta terça-feira, estão suspensos os atendimentos nas unidades Machado de Assis (Flamengo) e Barra, na capital fluminense; Barra do Piraí, Resende e Paty do Alferes, no Sul Fluminense; Paracambi, na Baixada; e Petrópolis, na Região Serrana.

De acordo com o Detran, estão sendo oferecidas, em caráter emergencial e provisório, vagas para o serviço de Primeira Licença (ou seja, emplacamento), no edifício sede (Av. Presidente Vargas, 817 - Acesso 7 – Centro). O atendimento se dará da seguinte forma: o cliente agenda o serviço pelo site (www.detran.rj.gov.br) ou pelo teleatendimento (3460-4040, para moradores da Região Metropolitana, 0800-020-4040, para moradores do interior).

Somente o proprietário do veículo poderá ser atendido. Durante o atendimento, o cliente terá a acesso à lista de postos de vistoria que estão disponíveis e escolherá a unidade de sua preferência para levar o veículo para que ele receba a placa.

Segundo o órgão, o Certificado de Registro de Veículo (CRV) não ficará pronto na hora, demorará algumas horas. "Quando o cliente estiver com o documento em mãos, poderá levar o veículo ao posto escolhido para receber a placa", afirmou o Detran, em nota.

Você pode gostar