Padre Omar: Deus vê nossa beleza e nobreza

Ele não é Aquele que acusa ou que exige além do que alguém é capaz

Por O Dia

Rio - Quantas vezes dissemos: “Você não me conhece”? É real que, a despeito dos artifícios usados para nos proteger, todos nós carregamos o desejo profundo de sermos conhecidos como somos na essência. Acabamos por nos esconder tanto, mesmo querendo ser descobertos e encontrados, que há quem tema se aproximar do Senhor, por se sentir indigno...

Essas pessoas imaginam que Deus vai recusá-las, já que se sentem pobres, sem ter o que oferecer, presas a tantas coisas, cegas pelos prazeres da vida, oprimidas por seus problemas. É uma pena que tanta gente se sinta assim e se feche ao Seu Amor! Ele não é Aquele que acusa ou que exige além do que alguém é capaz. Não! Muito pelo contrário! É Quem melhor conhece a cada um e, por isso mesmo, O mais indicado para acolher e também para aflorar as potencialidades individuais.

Jesus, em todos os seus gestos, sempre foi um homem do acolhimento e motivador das potencialidades de cada um que cruzou seu caminho. Ele nunca foi Alguém acusador ou exigente demais. É verdade que o Senhor orientava a deixar a vida de pecado, mas fazia isso porque sabia que, tendo encontrado com Ele, pela graça do Espírito Santo, a pessoa estava preparada e poderia romper com aquilo, ir além e ser mais feliz... Livre!

“O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me consagrou com a unção para anunciar a Boa-nova aos pobres; enviou-me para proclamar a libertação aos cativos e aos cegos a recuperação da vista; para libertar os oprimidos e para proclamar um ano da graça do Senhor”. (Lc 4, 18-19)

Deus olha para mim e para você e vê a beleza de quem realmente somos e a nobreza da potencialidade de como podemos ser. Se fechar a essa descoberta, por medo, é um erro terrível!

Últimas de Rio De Janeiro