Presidente do PMDB confirma candidatura de Pedro Paulo à prefeitura

Jorge Picciani disse ainda que ele 'vai enfrentar e submeter o nome ao julgamento popular'

Por O Dia

Pedro Paulo será candidato a prefeito no RioSeverino Silva / Agência O Dia

Rio - O presidente do PMDB no Rio de Janeiro, Jorge Picciani, afirmou nesta segunda-feira que o secretário municipal de Coordenação de Governo do Rio de Janeiro, Pedro Paulo Carvalho, será o candidato do partido à sucessão do prefeito Eduardo Paes.

“A decisão sobre a candidatura de Pedro Paulo não é só do Eduardo Paes, mas de todo o partido. Pedro Paulo vai enfrentar e submeter o nome ao julgamento popular”, garantiu Jorge Picciani.

A palavra do influente patriarca dos Picciani e presidente da Assembleia Legislativa (Alerj) coloca um fim nos boatos de que os peemedebistas abandonariam Pedro Paulo. Os boatos cresceram no fim do ano passado depois das denúncias de que Pedro Paulo agredira fisicamente a esposa, Alexandra Marcondes, hoje sua ex-mulher. A agressão chegou a ser registrada na delegacia. O político assumiu o erro e pediu desculpas em público.

“A gente não tira a gravidade nem a importância do fato, cabe a ele (Pedro Paulo) responder”, afirmou Picciani. “As pessoas podem sair de uma situação adversa para um exemplo. O perdão é bíblico. O homem público está sempre sujeito ao julgamento popular. Pedro está plenamente preparado para governar a cidade. Com humildade, aceitaremos o julgamento da população”, afirmou o presidente do PMDB.

A disputa pela prefeitura está em ritmo acelerado nos bastidores políticos, como pré-candidatos para os mais variados paladares ideológicos, entre eles Marcelo Freixo, do Psol, Alessandro Molon, da Rede, e o senador Marcelo Crivella, do PRB.

Últimas de Rio De Janeiro