Informe do DIA: Pezão justifica gastos com restauração do Palácio

Durante reunião, governador levou fotos para mostrar situação precária da área externa do prédio principal

Por O Dia

Rio - Na reunião desta sexta-feira com o secretariado, Pezão fez questão de justificar as despesas com a restauração do Palácio Laranjeiras. Sem esconder a irritação com as críticas do Judiciário aos gastos de R$ 2,4 milhões com a reforma, o governador levou fotos para mostrar a situação precária da área externa ao prédio principal. Explicou que as melhorias não se restringem à piscina, mas também contemplam o edifício do Corpo da Guarda, local onde ficam alojados os policiais.

O governador não esconde sua mágoa com o Judiciário. Para ele, os juízes repetem os argumentos usados por seus adversários políticos, que o acusam de farra com o dinheiro público.

Regresso

Aluno Presente, o programa carioca que identifica crianças de 6 a 14 anos fora da escola e as leva de volta para a sala de aula, acaba de bater a meta de 10 mil reconduções nos últimos dois anos. Executado pela Cidade Escola Aprendiz em parceria com a Prefeitura do Rio, o programa tem como foco os menores que vivem em áreas violentas.

Demora
Quem quiser obter a planta baixa de seu imóvel vai enfrentar uma espera de quatro meses na Secretaria Municipal de Urbanismo. Segundo a assessoria, entre setembro e janeiro foram feitas 1.331 solicitações — número considerado normal.

Adversário ameaçador
A candidatura do senador Marcelo Crivella (PRB) à prefeitura é considerada hoje como o maior perigo para o grupo de Eduardo Paes. Em 2014, o bispo licenciado da Universal quase ganhou de Pezão, além de ser um velho conhecido do eleitor por suas várias candidaturas.

2018

O PSDB decidiu lançar candidato próprio em 53 dos 92 municípios do Rio nas eleições de outubro. A estratégia tucana é fortalecer o partido no estado para as eleições presidenciais de 2018.

?Com Paulo Cappelli

Últimas de Rio De Janeiro