Guardas da Patrulha Ambiental resgatam tamanduá ferido

Animal foi localizado em residência na Zona Oeste

Por O Dia

Rio - Guardas municipais da Patrulha Ambiental – parceria da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e da Guarda Municipal – resgataram um tamanduá ferido, na última quarta-feira, em uma residência localizada na rua Marcolino da Costa, em Campo Grande, na Zona Oeste da cidade.

O animal foi atacado pelos cachorros da residência, o que provocou o ferimento em uma das patas. Ao perceber a presença do bicho, os morados acionaram a Patrulha por meio da Central 1746. Quando os guardas chegaram ao local, o tamanduá estava escondido no galinheiro. Passado o susto e realizado o regate, o tamanduá foi conduzido para o Centro de Recuperação de Animais Silvestres da Universidade Estácio de Sá, para receber atendimento veterinário.

Tamanduá foi resgatado na Zona OesteDivulgação

No início da semana, os guardas da Patrulha também fizeram o resgate de animal silvestre em área urbana. Um tatu foi encontrado andando andando na Av. Ayrton Senna, na noite de segunda-feira, dia 1º, próximo ao Bosque da Barra. O animal foi resgatado no canteiro central da avenida. Após verificar que o tatu não apresentava ferimentos, os agentes realizaram a soltura no parque.

A Guarda Municipal orienta a população a acionar os agentes da Patrulha Ambiental ao flagrar animais silvestres em área urbana ou em qualquer situação de risco fora do seu habitat, para um resgate seguro. O serviço pode ser solicitado por meio do telefone 1746, que funciona 24h.  

Últimas de Rio De Janeiro