PF combate fraude em licitações e corrupção com verbas da ANA

Policiais federais da Delegacia de Volta Redonda cumprem 13 mandados de busca e apreensão

Por O Dia

Rio - A Delegacia de Volta Redonda da Polícia Federal realiza nesta manhã a Operação Águas Turvas a fim de apurar fraudes em licitações e corrupção ativa e passiva nas relações entre a Associação Pró-Gestão das Águas da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul (AGEVAP) e empresas que atuam no setor de gestão de recursos hídricos da bacia hidrográfica do Rio Paraíba do Sul. Cerca de 50 policiais federais cumprem 13 mandados de busca e apreensão nos municípios da capital fluminense, Resende, São José dos Campos (SP), Taubaté (SP) e Vitória (ES).

De acordo com a Polícia Federal, os recursos financeiros usados nas compras e contratações de serviços pela AGEVAP através das licitações suspeitas são, em sua maioria, oriundos da autarquia federal ANA (Agência Nacional de Águas).

As empresas investigadas são sediadas no Vale do Paraíba Paulista, porém atuam também no Sul Fluminense. A PF identificou diversas irregularidades na realização de procedimentos licitatórios, tais como a falta de publicidade dos atos e o pagamento realizado antes da entrega efetiva dos produtos contratados e sem a conferência dos mesmos.

Ainda segundo a Polícia Federal, também foi comprovada a existência de licitações nas quais concorriam sempre duas únicas empresas, sendo que uma delas invariavelmente saia vencedora. As investigações apontaram que muitos profissionais de uma dessas empresas também compunham os quadros funcionais da outra empresa tida como concorrente, indicando que atuariam de comum acordo para burlar os procedimentos licitatórios.

Últimas de Rio De Janeiro