Acusado de matar cabo da Marinha é preso quando pedia auxílio jurídico

Rapaz buscava ajuda da Defensoria enquanto Delegacia de Homicídios estava no fórum pedindo sua prisão e de comparsa

Por O Dia

Monique Sant'Anna foi morta na porta de casa quando se preparava para uma viagem para a Região dos LagosReprodução / Facebook

Rio - Agentes da Delegacia de Homicídios da Capital (DH-Capital) prenderam, entre a noite de quinta-feira e madrugada de sexta-feira, os dois acusados de assaltar e matar a cabo da Marinha Monique Sant'Anna, de 23 anos, no último dia 5 em Cascadura, na Zona Norte do Rio. Um dos presos foi capturado pelos policiais dentro do Fórum do Rio, no Centro, quando pedia auxílio jurídico. Entretanto, ele se deparou com policiais da DH que também estavam local aguardando a saída do mandado de prisão temporária dele e do comparsa obtidos pelo plantão judiciário.

De acordo com o titular da especializada, Fábio Cardoso, ainda na noite da quinta-feira, os agentes foram até Marechal Hermes, onde os dois moram, para efetuar as prisões. Yago Lima da Silva, de 20 anos, foi preso em casa e na chegada dos policiais tentou fugir, mas acabou capturado. Entretando, Richard de Andrade Brito, de 25 anos, ficou sabendo da atuação da polícia e fugiu. No monitoramento dos passos do fugitivo, os agentes acabaram localizando Richard dentro do fórum pedindo auxílio à Defensoria Pública, onde outros policiais da DH se encontravam no plantão judiciário.

LEIA MAIS: Cabo da Marinha é assassinada em Cascadura

O carro da cabo da Marinha foi encontrado em Rocha Miranda próximo do local onde os acusados moram. Através de provas periciais e testemunhais, os agentes chegaram aos autores do crime. Eles foram indiciados pelo crime de latrocínio — roubo seguido de morte. A inteligência da Marinha deu apoio à investigação da DH.

Na noite do crime, Monique se preparava para viajar para Cabo Frio, na Região dos Lagos. Bandidos abordaram suas amigas, que guardavam as malas no carro, um Fiat Ideia verde. Ao sair de casa e bater o portão, a cabo da Marinha foi baleada pelos bandidos.

Últimas de Rio De Janeiro