Ex-jurado da Liesa é acusado de usar marca exclusiva de forma indevida

De acordo com assessoria de Bruno Bonatto, o cantor Fabiano Rocha tem dado entrevistas dizendo que a dupla 'Fabiano e Bonatto' vai fazer shows; Parceria entre eles acabou em 2013

Por O Dia

Bruno Bonatto diz que ex-parceiro de trabalho%2C Fabiano Rocha%2C está usando sua marca sem autorização Divulgação

Rio - O ex-jurado da Liesa, Fabiano Rocha — acusado de participar de uma eventual armação no julgamento das agremiações do Grupo Especial do Rio de Janeiro — está usando o nome de seu ex-parceiro musical indevidamente. Segundo a assessoria de Bruno Bonatto, o produtor musical  não pode mais usar o nome da marca Bonatto desde 2013, ano em que deixaram de ser parceiros no trabalho.

"Não posso depor contra ou a favor na questão da suposta gravação (referente ao caso Laíla). O que me incomoda é que o sujeito em questão aproveitou toda essa situação para divulgar seu trabalho em que ele usa meu nome ilegalmente. Lamentável!", declarou Bonatto.

A assessoria de Bonatto acrescenta ainda que ele é o detentor da marca Bruno Bonatto, possuindo, portanto, exclusividade na utilização da marca no todo ou em parte e que as medidas judiciais cabíveis para a interrupção do nome da dupla estão sendo tomadas.

Além disso, a assessoria jurídica de Bonatto, gerenciada por Suellen Possebom, entrou em contato com os contratantes locais esclarecendo sobre o caso, mas alguns continuam contratando Fabiano e sua dupla. "Nós, da familia Bruno Bonatto, acreditamos que em algum momento, a lei será cumprida e respeitada e a marca não será utilizada indevidamente por Fabiano Rocha", disse a assessora de Bonatto, Fabrícia Mesquita. 

Procurado, Fabiano Rocha alegou que a acusação de Bonatto é "caluniosa e improcedente". "Ele [Bonatto] tem o nome dele e eu o meu. São duas marcas distintas que se parecem. Tenho aqui no Rio concorrentes que usam o nome Fabiano. O que pensar de alguma dupla que tenha um Matheus?! O Jorge & Matheus criaria problema?! Ele é dono do dele, e eu do meu! Não tem ilegalidade alguma! Tenho advogado e tá tudo nos conformes!", disse.

LEIA MAIS: Laíla e ex-jurado da Liesa vão depor segunda-feira 

Laíla, da Beija Flor: ‘Graças a Deus a Mangueira venceu’

Fabiano e as polêmicas 

Em entrevista para o colunista Leo Dias, o diretor de carnaval da Beija-Flor, Laíla, revelou um suposto esquema de manipulação de notas que beneficiaria a Unidos da Tijuca no Carnaval. Na entrevista, Laíla afirmou que Fabiano Rocha, que julgaria o quesito "bateria" fazia parte do esquema.

Fabiano Rocha é acusado de usar a marca 'Bonatto' sem autorização. Além disso, o cantor está sendo investigado por possível participação em esquema de notas do Carnaval cariocaDivulgação/ RT Produções

Minutos antes do desfile, Fabiano foi afastado do júri e não pôde dar as notas das escolas. Por conta da repercussão, o caso passou a ser investigado pela Delegacia Fazendária (Delfaz), da Polícia Civil. 

Agora, seu ex-parceiro de trabalho, Bruno Bonatto, o acusa de usar a marca patenteada sem autorização. 


Últimas de Rio De Janeiro