Para combater candidatura, Paes chama Osorio de 'representante das elites'

Aliados de Pedro Paulo (PMDB) ressuscitam a luta de classes que ajudou a eleger atual prefeito em 2008

Por O Dia

Rio - Para combater a candidatura de Carlos Osorio (PSDB) à prefeitura, o grupo de Pedro Paulo (PMDB) ressuscitou a luta de classes que, em 2008, ajudou a eleger Eduardo Paes. Na época, foi explorada frase do adversário Fernando Gabeira sobre a “visão suburbana” da deputada Lucinha.

Nesta quinta-feira, Lucinha e Paes insistiram em classificar Osorio como representante das elites. A provocação foi feita na solenidade em que o filho da deputada, Junior da Lucinha, trocou o PSDB pelo PMDB. Ela continuará no ninho tucano, mas disse que apoiará Pedro Paulo. 

PSDB e Garotinho

O tucano Otavio Leite pediu a Garotinho o apoio do PR na briga pela prefeitura. Quer popularizar a candidatura de Osorio.

Irritação com Crivella

As conversas de Marcelo Crivella (ainda no PRB) com o PSB desagradaram a Garotinho, que queria indicar o vice numa possível chapa com o senador. Tanto que, quando Crivel-la anunciou que mudaria de partido, Clarissa Garotinho voltou a dizer que pode se candidatar. 

Missão

Paes encarregou Pedro Paulo de cuidar do programa de desenvolvimento da Maré, onde vivem mais de 130 mil pessoas.

Pibinho escondido

De brincadeira, tinha gente em Brasília atribuindo ao Ministério da Fazenda o vazamento do depoimento que Delcídio do Amaral teria dado ao Ministério Público. O motivo é simples: as acusações a Lula e a Dilma Rousseff acabaram diminuindo a repercussão da queda de 3,8% do Produto Interno Bruto em 2015, a maior desde 1990.

Versão oficial

Na tarde desta quinta-feira, o Palácio do Planalto despachou um e-mail para os líderes de partidos aliados na Câmara e no Senado. O texto procurava ressaltar que Dilma Rousseff, então presidente do Conselho de Administração da Petrobras, não sabia das irregularidades relacionadas à compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos.

Últimas de Rio De Janeiro